Ciência descobre associação entre estresse e perda de memória


Novas pesquisas realizadas com ratos sugerem que o estresse crônico pode causar a morte de células cerebrais adultas no hipocampo enquanto, ao mesmo tempo, inibe o nascimento de novos neurônios hipocampais.

Esse efeito duplo é desencadeado pela autofagia, o que significa “comer-se a si mesmo” em grego, e neurogênese, ou seja, a formação (ou “nascimento”) de neurônios novos.

O hipocampo é considerado um centro primário da memória, assim, a morte de neurônios hipocampais induzida por estresse combinada com a redução do nascimento de neurônios novos no hipocampo pode levar a déficits cognitivos e resultar em doenças neurodegenerativas como demência.

Acesse a pesquisa aqui: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/15548627.2019.1630222

Posts em destaque
Posts recentes